domingo, 28 novembro, 2021
A escola de Jesus

O vento da incredulidade está soprando forte sobre as ondas mentais do ser humano, as velas do barco estão esticadas fazendo-o velejar com rapidez nas águas revoltas do mar da vida, na procura ansiosa de um porto seguro onde possa se abrigar.
Outras vezes, as pessoas sofrem um longo período de calmaria depressiva, as velas arriadas sem vento e sem direção. Jesus se aproxima e faz o convite: “Vinde a mim todos que estais cansados e sobrecarregados e Eu vos aliviarei” Mateus 11: 28. O cansado não teve a resposta do mundo para os seus anseios, amargurado busca em Jesus a salvação, e irá substituir a tristeza cinza pela alegria colorida de viver. O sobrecarregado está com o “molejo” baixo, levando na “carroceria” muita carga indevida, preocupação inútil. Quando a carga está correta a mola dá sustentação dá equilíbrio, a mola baixa perde essa função e pode causar acidente pondo toda a carga a perder.
Antidepressivos e benzodiazepínicos suavizam nossa preocupação, porém, não aliviam a carga demasiada da nossa mente, só Jesus pode fazer isso quando você entrega sua vida em Suas Mãos. Uma vez salvo, você será matriculado em sua escola como bom aluno, e Ele será o teu melhor professor, o Mestre, porque agora você O reconhece como teu Salvador e Senhor. e se torna servo.
A escola de Jesus não é para pessoas não salvas que não dão atenção aos seus ensinos. Mateus 11: 29: “Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de Mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas”. Como professor Ele deseja que o aluno esteja também debaixo do mesmo jugo que Ele possui, de servir com a qualificação de manso e de humilde de espírito.
O mundo gratifica o seu jugo com o prazer, porém, o seu final é a destruição e a morte; o jugo de Jesus é suave e o fardo é leve porque é realizado pelo amor a Deus e ao próximo, e, assim, ganhamos vida abundante. Mateus 11: 30: “Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. “Eu vim para tenham vida, e a tenham em abundância”.
A escola de Jesus não tem ensino à distância (EAD), os seus ensinos são feitos de forma presencial, o Mestre no convívio com os alunos, como aconteceu com os seus discípulos no inicio do seu ministério: tão perto que pudesse tê-los ao alcance do toque da mão, de argumentar pela razão e de amá-los de coração. Ele quer que cada um dos seus alunos tenha uma reputação social formada de um caráter inabalável aprendido com humildade de espírito e mansidão. Jesus no Sermão do Monte, usando da lógica espiritual, numa sequência bem definida, colocou como primeira bem-aventurança os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus. – Mateus 5: 3. Ninguém pode entrar no reino de Deus se não possuir essa qualidade fundamental de humildade. Todas as virtudes das demais bem-aventuranças são resultantes dessa primeira qualidade que indica o esvaziamento do odre velho, que se fez novo, do vinho avinagrado do “eu” pecaminoso e egoísta para enchimento do vinho novo até a plenitude do Espírito Santo, cheio de poder e amor. “Quem está em Cristo é uma nova criatura as coisas velhas já passaram e tudo se fez novo”. II Coríntios 5: 17.
O Sermão do Monte não é uma filosofia de vida que bem aplicada traria felicidade para qualquer pessoa, mas é somente para o homem espiritual convertido e transformado. Não confundir com pobreza que não é garantia de espiritualidade. O humilde de espírito não exibe a soberba do mundo, não depende das riquezas materiais porque tem o cuidado de Deus. A 3ª. bem-aventurança está em Mateus 5: 5: “Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra” – e exclusivamente eles.
O verdadeiro cristão confia no poder de Deus e não nos tanques de guerra. A paz é introduzida pelos mansos e não pelos guerreiros. Ser manso é diminuir tanto o “eu” que antes de se ofender já ofereceu o perdão, sem reter nenhuma raiz de amargura. João Batista reconheceu sua pouca importância em relação ao ministério de Jesus ao dizer: “Que Ele cresça e eu diminua”. A escola de Jesus é a melhor.

Dr. Mauro Jordão é médico ginecologista.

0 Comentários

Deixe um comentário

CLIQUE ABAIXO PARA LER A EDIÇÃO

SIGA A OPINIÃO NAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM

APOIO