quarta-feira, 17 julho, 2024
SIMPAR e suas controladas estão entre as empresas mais sustentáveis do mundo



A holding SIMPAR e as controladas Movida e Vamos foram reconhecidas entre as empresas mais sustentáveis do mundo pelo Sustainability Yearbook Member, do S&P Global Sustainability Yearbook 2024. As três empresas estão presentes na categoria de Transporte e Infraestrutura de Transporte. O anuário, publicado pela S&P Global, umas das maiores empresas de ratings do mundo, destaca as companhias com o melhor desempenho em sustentabilidade corporativa nos seus respectivos setores. A avaliação se baseia no Corporate Sustainability Assessment (CSA), um questionário que analisa as práticas sustentáveis de empresas ao redor do mundo.

Para entrar no anuário, as companhias precisam ter um desempenho que esteja, pelo menos, entre os 15% melhores do seu respectivo setor. Neste ciclo, 9,4 mil empresas foram avaliadas e apenas 759 foram incluídas no relatório devido à alta performance.

A SIMPAR, holding brasileira que controla sete empresas atuantes nos setores de logística, mobilidade, saneamento, concessões e serviços financeiros com gestões e operações independentes, já estava presente no ranking no ano passado. Esse ano sua nota foi elevada para 61 de 100. Já a Movida, empresa de aluguel de carros que conta com a frota mais nova e moderna do Brasil, manteve a sua nota de 63 pontos do total de 100. A Vamos, líder no mercado de locação de caminhões, máquinas e equipamentos, com mais de 40 mil veículos locados no país, e com ampla rede de concessionárias e lojas de seminovos, apareceu este ano pela primeira vez no ranking, com uma nota 59 de 100.

“Os resultados refletem o alinhamento das estratégias de sustentabilidade com as dos negócios e o nosso compromisso, como holding, de contribuir com o desenvolvimento sustentável em cada uma das nossas empresas, incluindo o monitoramento da execução e da adoção de elevadas práticas de Governança e práticas socioambientais que contribuam com a evolução contínua dessa agenda em todo o grupo”, explica Paula Pedrão, diretora de comunicação e sustentabilidade da Simpar.

SIMPAR, JSL e Vamos mantém sua boa avaliação na CDP, enquanto a Movida eleva sua nota

Esse ano a SIMPAR e suas controladas JSL e Vamos mantiveram sua avaliação B dentro do feedback da CDP (Carbon Disclosure Project), enquanto a empresa Movida subiu a sua nota para A-, em uma elevação que comprova os esforços coletivos em relação às frentes de sustentabilidade.

O CDP é uma organização internacional, sem fins lucrativos, considerada a principal iniciativa do setor financeiro em relação à mitigação das mudanças climáticas. Segundo Felipe Zito, Gerente de sustentabilidade da Movida, a nota A- da Movida no CDP é resultado da combinação das ações nos campos ambiental, social e de governança. “Nós construímos um olhar transversal que nos possibilita avançar na agenda ESG de forma contínua, com ações múltiplas, como a eletrificação da frota, incentivo ao uso do etanol pelos clientes e adesão à energia solar nas lojas”, explica o executivo Zito.

A organização funciona como um banco de dados corporativo para empresas e cidades, medindo, divulgando, gerenciando e compartilhando informações ambientais relacionadas às mudanças do clima e outros aspectos da gestão sustentável. O feedback fornecido pelo CDP é gerado em forma de pontuação, com a intenção de estimular organizações a melhorarem sua governança climática e auxiliar os investidores a integrarem o tema à sua tomada de decisão. Essas notas são compostas por quatro frentes: transparência (disclosure), consciência (awareness), gestão (management) e liderança (leadership).

A presença da SIMPAR e de suas controladas nesse ranking apenas reforça o trabalho coletivo da empresa e de suas marcas para ações e mudanças de ESG calcadas na transparência, na qualidade e na relevância para o mercado e para a sociedade num todo.

Sustentabilidade na SIMPAR e em suas controladas

O crescimento sustentável é um dos pilares de desenvolvimento da SIMPAR e de suas controladoras, sempre acreditando na importância de buscar inovações e soluções que contribuam para a conservação do meio ambiente e para o bem-estar das pessoas. As empresas do grupo possuem projetos que visam a eficiência e priorização de fontes renováveis de energia elétrica e combustível, tendo como um de seus principais projetos a Gestão de Emissões de CO2, a gestão de resíduos, e consumo consciente de recursos naturais. As empresas controladas atuam de forma a contribuir com a meta da Companhia de redução de 15% da intensidade de suas emissões até 2030, atrelada ao Sustainability-Linked Bond.

A JSL trabalha em uma constante renovação de sua frota, entendendo que veículos mais novos e modernos causam menor impacto no meio ambiente, mais segurança e agilidade na entrega para o cliente, impactando diretamente na redução de poluentes.

Com isso a empresa mantem esforços voltados para o uso eficiente de energia, ações de ecoeficiência e também através da compra de energia renovável pelo mercado livre, bem como contabilizando, gerenciando e buscando alternativas para reduzir emissões. Sempre mapeando e incorporando riscos e oportunidades sobre a mudança do clima à estratégia de negócios da companhia.

Já a Movida é uma das poucas locadoras de capital aberto no mundo a se tornar uma Empresa B certificada e possui a maior nota dentre as empresas do setor no Carbon Disclosure Project (CDP), que avalia a estratégia do negócio em temas como as mudanças climáticas. Em vista disso, figura pelo quinto ano consecutivo sendo a única locadora a integrar a Carteira ISE da B3 em 2023.

Além disso, em 2020, a Movida foi a primeira locadora de carros no planeta a emitir um Sustainability-Linked Bond (SLB) com o compromisso de reduzir a intensidade de emissões. Além disso, a Movida a primeira locadora da América a ter suas metas de redução de emissões reconhecida pelo Science Based Targets initiative (SBTi). 

Dentre as principais iniciativas de sustentabilidade da Movida, está o incentivo ao uso do etanol, biocombustível menos poluente do que a gasolina, na operação e pelos clientes; a utilização de placas solares em 58 lojas e a eletrificação da frota.

A estratégia de negócios da Vamos é pautada nos princípios ESG. A sustentabilidade desempenha um papel essencial no negócio, integrando toda a cadeia do grupo e criando um valor agregado a todos os produtos e serviços da empresa. Hoje em dia a Vamos tem ampliado a oferta de equipamentos elétricos. A empresa mantém em estoque mais de 130 caminhões elétricos disponíveis para locação, além de 29 movidos a biogás e 2.685 empilhadeiras elétricas, sendo líder em locação de equipamentos elétricos para intralogística.

Além disso, a Vamos criou a primeira oficina móvel 100% elétrica capaz de atender todos os tipos de veículos. A Vamos também se empenha para atuar como um dos protagonistas do processo de descarbonização. Desde 2021, o Vamos Carbono Zero oferece aos clientes oportunidades de compensação das emissões de carbono, contribuindo para a redução e neutralização das emissões dos gases que causam o efeito estufa. A Vamos já neutraliza todas as emissões do escopo 1 e 2 desde 2019. O Vamos Carbono Zero atua no escopo 3 do plano de sustentabilidade e possibilita aos clientes fazerem a locação a frota com a neutralização inclusa.

Tags: , ,

0 Comentários

Deixe um comentário

CLIQUE ABAIXO PARA LER A EDIÇÃO

SIGA A OPINIÃO NAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM

APOIO