quarta-feira, 24 abril, 2024
Autocuidado

Todos os anos, no dia 14 de julho, comemora-se o Dia Internacional do Autocuidado. Na verdade, todos nós dedicamos mais tempo para cuidar dos outros do que de nós mesmos. Há uma máxima que diz: Serve bem quem está bem. O risco de uma dedicação total é de não sobrar tempo necessário para o cuidado pessoal. A aparência faz a diferença. Primeiro nós somos observados por fora antes de sermos analisados por dentro.
O cuidado diário com a casa pode tornar-se muito cansativo quando atrelado à ansiedade de terminá-lo logo para fazer o que se gosta; se possível, é melhor inverter a ordem e fazer antes o que nos dá prazer, depois será mais suave cumprir o dever. Aprender com o tempo a viver no espaço que temos é sabedoria. Temos de valorizar mais o que somos do que aquilo que temos. A boa administração do tempo alarga o nosso espaço de conhecimento.
A minha boa amiga Ângela comprovou, com seu relato, a minha opinião: ”Era para mim uma tortura, toda manhã, em deixar a casa em ordem antes de ter a liberdade de sair para a minha caminhada matinal. Com toda essa correria eu saia suada e nervosa. Um dia eu pensei quão idiota eu estava sendo, “troquei as bolas”, saí feliz como na canção “Alegria, Alegria” do Caetano Veloso “Caminhando contra o vento sem lenço e sem documento”, e deixando tudo para trás para arrumar depois”.
O nosso autocuidado na alimentação é que ela seja rica na qualidade e moderada na quantidade a fim de evitar a obesidade. Praticar ginástica em academia ou uma caminhada no mínimo de 30 minutos cinco vezes por semana. Exercite a mente lendo bons livros que cultivam a cultura e, também, a Bíblia, o maior best-seller mundial.
O autocuidado mental e espiritual se faz tendo um momento diário com Deus; meditando em sua Palavra Ele nos dá paz e segurança. O homem foi formado pelas Mãos de Deus de três partes: corpo, mente e espírito. A terapêutica é uma parte da medicina, uma arte de escolher as terapias adequadas para tratar o ser humano em suas diversas doenças, sejam elas ligadas ao corpo ou a mente, embora tenha se esquecido da terapia do espírito. O Salmo 40: 10 diz: “Aquietai-vos e sabei que Eu sou Deus …” e 1º. Pedro 5: 7: “Lançando sobre Deus toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós”. Basta crer.
Sabe qual é o maior mal do século? É a descrença, ela impede você de receber das Mãos de Deus as bênçãos que necessita, é uma fé maltrapilha vestida de trapos de incredulidade. Isaías 57: 20 – 21: “Mas os perversos são como o mar agitado, que não se pode aquietar, cujas águas lançam de si lama e lodo. Para os perversos, diz o meu Deus, não há paz”. O perverso é o ímpio que tem tendência para o mal, ignora Deus.
O verdadeiro cristão é controlado pelo Espírito Santo que aquieta o seu espírito, o espírito tranquiliza a mente, a mente atua sobre o cérebro que controla todas as funções do corpo. Mens sana in corpore sano é uma citação latina que traduzida expressa mente sã num corpo saudável. A perturbação do espírito traz transtorno mental que pode alterar alguma função no cérebro produzindo alguma das doenças do corpo. A ansiedade e a depressão motivam a busca da psicoterapia, com frequência auxiliada por drogas psicotrópicas que suavizam o transtorno, mas não curam.
Para muitas pessoas escoradas nessa bengala infinita dos medicamentos não mais se permitem deixá-los, mesmo que não sejam mais necessários, a razão é que sendo usados há certa segurança psicológica. Uma em cada cinco pessoas no mundo tem depressão. O corpo não é apenas o invólucro do espírito. O pensamento dualista afirma haver um conflito entre a matéria que representa o mal e o espírito o bem, então, devemos cuidar mais do espírito do que do corpo. Para Deus que fez o corpo, ele é tão bom e importante quanto ao espírito que Ele nos deu. O mais importante, ainda, é que a Bíblia afirma, em I Coríntios 6: 19-20, que o nosso corpo, além do espírito que nele habita, também, é o santuário do Espírito Santo para aqueles que tem Deus como Pai e Senhor.

Dr. Mauro Jordão é médico ginecologista.

0 Comentários

Deixe um comentário

CLIQUE ABAIXO PARA LER A EDIÇÃO

SIGA A OPINIÃO NAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM

APOIO