segunda-feira, 14 junho, 2021
Força de Vendas da Helbor: do mundo físico ao digital
Arnon Borenstein, gerente de Inteligência de Mercado, Fabiana Lex, diretora de Marketing e Marcelo Bonanata, diretor de Vendas da Helbor

Nesta Master Class, entrevistamos o estudioso e entusiasta de Marketing Digital, Arnon Borenstein, gerente de Inteligência de Mercado da Helbor. Arnon é um facilitador, criando ferramentas e conteúdo para a força de Vendas. Foi recebido por Fabiana Lex, diretora de Marketing e Marcelo Bonanata, diretor de Vendas, seus mentores nesta imersão ao mercado imobiliário, como o próprio Arnon se refere aos dois. O tema “Universo Digital” é uma conversa dedicada aos corretores e corpo de Vendas, mas que também desperta em qualquer leitor a necessidade de repensar o formato de prospecção de seus produtos e serviços. Da mesma forma que recorremos ao Google e às compras on-line, ser “digital” significa incorporar as facilidades e recursos para evoluir no trabalho. É mais do que ter um smartphone, acessar redes sociais ou usar o computador. A transformação digital está se renovando a cada dia e atinge a todas as gerações. Há uma celeridade e economia de tempo que a rede oferece e o cliente chega ao estande com todas as informações. Por esse motivo, é preciso criar caminhos para estreitar o relacionamento antes desse momento, usando os meios digitais, alcançar em escala.
O mercado imobiliário tem um produto que é único, com o próprio nome diz: imóvel! Sempre será o corpo de Vendas a atrair, sensibilizar e incentivar o cliente a fechar negócio no estande, no decorado ou no lançamento. “A Helbor está dedicada a implementar os caminhos para aproveitar todas as oportunidades do Universo Digital a favor do nosso trabalho e das Vendas. A partir dos dados, é possível alcançar muito além do plano físico, desde a abrangência de um canal no YouTube até trabalhar de forma estratégica os dados do mailing list de um corretor”, explica Fabiana.

A nova jornada de compras
O comprador continuará indo ao estande, mas até lá, existe todo um caminho pelo universo digital. “Nós, que vivemos a experiência da força de Vendas do nosso setor, precisamos estar abertos ao aprendizado e experimentação para desvincular e soltar as amarras da dependência do universo físico. O poder de compra logo estará com a geração Y/Z, os nativos digitais, mas também temos de considerar de que é o comportamento que identifica o perfil do cliente e não a faixa etária. Hoje, todos estamos muito mais tecnológicos. É preciso estarmos preparados, já!”, pontua Bonanata. Estar conectado com o cliente independe da fase da jornada e os canais digitais são inúmeros para realizar essa ação. “As regras vão mudando, mas o princípio continua o mesmo – conexão é realizada a partir de um atendimento humanizado e isso sempre será uma prioridade.”, finaliza Arnon.

Assista ao conteúdo completo pelo canal da Helbor no Youtube: HELBOR CONECTA

Tags: , ,

0 Comentários

Deixe um comentário

CLIQUE ABAIXO PARA LER A EDIÇÃO

SIGA A OPINIÃO NAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM

APOIO