quarta-feira, 19 junho, 2024
Campos do Jordão Design Festival explora a riqueza cultural e arquitetônica da cidade


A edição 00 do Campos do Jordão Design Festival foi inaugurada por André Barbedo, Secretário de Turismo de Campos do Jordão ao lado dos demais apoiadores do evento e da idealizadora, Carmem Alvim, no dia 01 de novembro, no Hotel Ort, onde também foi realizada a exposição Infinito Criativo, comandada pelo designer Rapha Preto com artistas neuroatípicos.
“Este é um Festival de extrema importância e que faz parte do calendário oficial da agenda da cidade. Em 2024 edição 01 do festival acontecerá simultaneamente a comemoração de 150 anos de Campos do Jordão, quando teremos uma edição histórica do evento que já considero um patrimônio da nossa cidade”, revelou André Barbedo, Secretário de Turismo de Campos do Jordão, durante cerimonial de abertura.
A edição 00 focada em um público mais intimista e qualificado foi marcada em grande estilo por quatro dias de atividades e conteúdo que envolveram locais de acervo, ações de inclusão social, talks com profissionais referência e reflexões sobre o mercado de design. Em 2024 a edição 01 chega maior, totalmente estruturada para receber mais ações envolvendo outros hubs na cidade e tão diversificada dentro do segmento quanto este ano.
O evento também marcou a inauguração do novo polo de arte no Alto do Lajeado, localizado em casas datadas de 1930 à beira da Linha de Ferro de Campos do Jordão, com a exposição de artistas locais. Entre acervos e histórias, destaque ainda para o talk com o paisagista e engenheiro agrônomo Walter Vasconcellos no Parque Amantikir, seguido de uma visita guiada após um jejum de quatro anos, realizada excepcionalmente para o evento.


“Foi extremamente gratificante viver essas histórias e perceber o genuíno interesse do público, tendo inclusive que flexibilizar algumas atividades para atender a demanda”, concluiu Carmem. Um dos exemplos foi a necessidade de abertura de uma segunda turma para o talk e visita guiada de Flávia Rudge Ramos sobre o acervo dos murais de Fulvio Penacchi no Hotel Toriba, que completou 80 anos e passou por uma revitalização ao mesmo tempo em que preservou sua história de arquitetura e design.
Para Cecília Gomes, “Campos do Jordão tem um acervo histórico, artístico e arquitetônico pouco divulgado e, conhecê-los, contribui com o desenvolvimento e diferenciação do designer de interiores”. As demais atividades de design complementaram o repertório dessa rica experiência que foi a edição 00 do Campos do Jordão Design Festival”.
Em uma das diversas ações realizadas pela cidade, a Fort House e da pousada Figueira da Serra, o designers Theo Egami, Simonini, Paulo Sartori e Natsha Schlobach, Presidente da ADP – Associação de Desingers de Produto, contribuíram com talks que abordavam assuntos do mercado de luxo, design e brasilidade.


Outras palestras tiveram a presença de mais de 80 pessoas, a exemplo da realizada no Hotel Quebra Noz com Gustavo Panza, do escritório de arquitetura Triptyque; seguido do talk do jornalista Marcelo Lima e de Ângelo Derenze, Diretor Geral do Shopping D&D; e finalizada em uma roda de conversa com os designers Marcelo Teixeira, Jack Fahrer, Gleuse Ferreira, Natasha Schlobach e Rapha Preto. “Conseguimos conjugar natureza, arquitetura e design em Campos do Jordão, considerada uma das maiores vitrines do Brasil”, concluiu Sidney Isidro, sócio-diretor do Hotel Quebra Noz e presidente do Conselho de Turismo de Campos do Jordão.
Segundo Carmem, esta edição, embora embrionária, já deixou legados para a cidade. “Fico muito feliz em anunciar que as obras do designer Rapha Preto e Marcelo Teixeira, expostas no Parque Capivari, onde realizamos a exposição junto ao talk com Pedro Lira, arquiteto urbanista responsável pela sua revitalização, permanecerão por mais um tempo ainda indeterminado para apreciação dos visitantes, mesmo após o término do Festival.

Sobre o Evento
Com o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo de Campos do Jordão, do COMTUR – Conselho Municipal de Turismo de Campos do Jordão, ACE – Associação Comercial Campos do Jordão e da ABD – Associação Brasileira de Designers de Interiores, durante quatro dias de evento foram realizadas visitas guiadas em pontos arquitetônicos, históricos e paisagísticos da cidade, agendas de talk, exposições de design, experiências gastronômicas, sarau e jam session.
Entre as riquezas arquitetônicas e artísticas da cidade, em sua primeira edição foram apresentadas a Capela de São Pedro Apóstolo, assinada por Paulo Mendes da Rocha; o Auditório Cláudio Santoro, projetado por Gian Carlo Gasperini, Plínio Croce e Roberto Aflalo; o Museu Felícia Leirner, que abriga 88 esculturas da artista; entre outros. O Festival foi idealizado por Carmem Alvim, formada em artes Plásticas com extensão em Firenze, há mais de 30 anos à frente da Teaser Comunicação Criativa e editora geral do programa Tudo com Estilo, exibido pela TV Bandvale.
Sobre o Evento
Com o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo de Campos do Jordão, do COMTUR – Conselho Municipal de Turismo de Campos do Jordão, ACE – Associação Comercial Campos do Jordão e da ABD – Associação Brasileira de Designers de Interiores, durante quatro dias de evento foram realizadas visitas guiadas em pontos arquitetônicos, históricos e paisagísticos da cidade, agendas de talk, exposições de design, experiências gastronômicas, sarau e jam session.
Entre as riquezas arquitetônicas e artísticas da cidade, em sua primeira edição foram apresentadas a Capela de São Pedro Apóstolo, assinada por Paulo Mendes da Rocha; o Auditório Cláudio Santoro, projetado por Gian Carlo Gasperini, Plínio Croce e Roberto Aflalo; o Museu Felícia Leirner, que abriga 88 esculturas da artista; entre outros. O Festival foi idealizado por Carmem Alvim, formada em artes Plásticas com extensão em Firenze, há mais de 30 anos à frente da Teaser Comunicação Criativa e editora geral do programa Tudo com Estilo, exibido pela TV Bandvale.

Tags: , ,

0 Comentários

Deixe um comentário

CLIQUE ABAIXO PARA LER A EDIÇÃO

SIGA A OPINIÃO NAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM

APOIO