quarta-feira, 24 abril, 2024
Moradores do Landscape by Helbor realizam ações sociais


Moradores do condomínio Landscape by Helbor, em Mogi das Cruzes, assumiram um papel social muito importante. Desde o início da pandemia da Covid-19, uma Comissão tem organizado eventos e campanhas internas para arrecadar doações e direcioná-las para aqueles que mais precisam. Um dos principais eventos desenvolvidos ocorre em junho, durante a Festa Junina do condomínio. Todos os anos, são montadas 10 barracas padronizadas na área interna e oferecidas a entidades sociais da cidade, como Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação Beneficente de Renovação e Assistência à Criança (Abrac), Rede Feminina de Combate ao Câncer, além de creches e outras ações sociais.

   “Essas entidades podem comercializar lanches, bebidas e outros produtos, sendo que 100% da renda obtida na Festa é livre para utilização da entidade. Nada é cobrado, nem o aluguel das tendas. Toda a venda é revertida para eles próprios”, revela a empresária Gizeli Lucrezio El Ghossain, que faz parte da Comissão de Eventos do residencial.Além da festa junina, os moradores também se mobilizam para auxiliar famílias, escolas e creches nas proximidades, com cestas básicas, brinquedos, agasalhos, fraldas, ovos de Páscoa e até colchões para os bebês. Em geral, as ações já ajudaram inúmeras pessoas. Na Páscoa, por exemplo, foram 110 ovos de Páscoa doados. No Natal de 2022, foram mais de 200 sacolas de Natal com roupas e brinquedos. “Também contemplamos funcionários do condomínio, como nas Campanhas do Agasalho. Entendemos que a ajuda começa sempre de dentro para fora. Não adianta fazer doações para pessoas distantes e ignorar os próprios funcionários que nos auxiliam diariamente com tanta dedicação”, completa Gizeli.

Compromisso

   As ações são organizadas pela Comissão de Eventos e contam com a participação de todos os moradores do condomínio, seja de forma financeira, com material, produtos ou na doação de seu tempo. A ideia de organizar as doações do condomínio surgiu durante a pandemia da Covid-19, quando grande parte das entidades sociais passava por situações difíceis, com o risco de “fechar as portas”.  A partir daí a Comissão entrou em contato com os interessados, providenciou termos de participação para todos e assim é feito até hoje”, conta Gizeli. Antes da pandemia, as festas e todos os itens oferecidos nas barracas eram gratuitos para os moradores – com base no fundo de eventos do condomínio.

    Demonstrar para outros condomínios que ajudar quem mais precisa é simples e está ao alcance de todos, é apenas uma parte da missão dos moradores. “Nosso objetivo é colaborar com o meio onde vivemos, oferecer à cidade e às entidades que cuidam das pessoas, uma ajuda para continuarem com esse trabalho tão necessário. É cada um assumir sua responsabilidade social na construção de uma sociedade mais justa e menos violenta”.

Tags: , ,

0 Comentários

Deixe um comentário

CLIQUE ABAIXO PARA LER A EDIÇÃO

SIGA A OPINIÃO NAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM

APOIO