quarta-feira, 19 junho, 2024
Climatério e menopausa

Climatério e menopausa referem-se à transição do período fértil para o não fértil, que acontece com todas as mulheres, em geral, entre 45 e 55 anos. Essa fase pode vir acompanhada de uma série de sintomas e perdurar por muitos anos.
O climatério vem antes da menopausa. É o período em que as mudanças hormonais começam a surgir, com as primeiras alterações menstruais, irregularidade no ciclo e no fluxo sanguíneo, evoluindo para insônia, ondas de calor (fogacho), sudorese noturna, cansaço excessivo, ganho de peso, baixa libido, ressecamento vaginal e instabilidade emocional. Lembrando que todos esses sintomas podem aparecer antes mesmo dos exames de sangue se alterarem. A menopausa é a intensificação desses sintomas e vem logo em seguida.
Estudos mostram que a mulher, ao entrar na menopausa, aumenta o risco de desenvolver osteoporose e doenças cardiovasculares, caso não tenha tratamento adequado. Por isso, é de extrema importância para qualidade de vida identificar o início do climatério. Mas o que pode ser feito de imediato para amenizar os sintomas ou até preveni-los?
Reduzir o consumo de açúcar e comidas ultra processadas, evitar consumo excessivo de cafeína e álcool e praticar exercício físico. As recomendações são para a prática de exercícios que aumentem a massa muscular, como funcional, musculação e Pilates. Também podemos contar com tratamentos fitoterápicos, vitaminas essenciais e reposição hormonal. Cada paciente tem sua particularidade e indicação de tratamento. O principal é que as mulheres não precisam mais sofrer!
Está com algum sintoma diferente ou se aproxima da idade para entrar no climatério? Procure ajuda de um profissional médico apto e atualizado no assunto.


Dra. Vanessa Ramagem é médica, com pós-graduações em Endocrinologia e Nutrologia, e diretora do Instituto Vanessa Ramagem.

0 Comentários

Deixe um comentário

CLIQUE ABAIXO PARA LER A EDIÇÃO

SIGA A OPINIÃO NAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM

APOIO