domingo, 19 maio, 2024
Resumo do pleito

Depois de um longo tempo de ansiedade por parte da população, correligionários e, especialmente, dos candidatos, no domingo, 02/10/2022, à noite, conhecemos os resultados das várias eleições, Brasil afora. Para presidente, nenhuma grande surpresa, visto que muitos já aventavam a contaminação das pesquisas, imediatamente anteriores, as quais, de fato, erraram bastante, estranhamente, sempre favorecendo a esquerda.
Lula foi o mais votado no primeiro turno, mas com uma diferença muito menor do que indicavam as pesquisas, várias das quais, cogitavam a possibilidade da vitória desse, já no nesse turno. O segundo turno, como se repete, constantemente, é uma outra eleição, mas Bolsonaro e sua equipe terão que trabalhar muito e serem convincentes para obter a vitória.
O PL será a maior e mais robusta bancada da Câmara Federal e, decerto, o executivo dependerá muito deste para aprovar seus projetos. PT e União Brasil, também, elegeram bons contingentes, e terão força nesse legislativo. Um dos grandes derrotados na Câmara foi o PSDB que passou de 23 para 13 cadeiras, perdendo 10. No senado, muita surpresa, inclusive, em São Paulo, contrariando, tenazmente, os indicadores das pesquisas. Aqui, mais uma vez o PL é destaque, conquistando oito cadeiras e passando sua bancada para 13 senadores, sendo que o PSD atingiu 11 vagas, consolidando-se como a segunda maior bancada. Outra impressionante performance ocorreu nas eleições para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, em que o PL conseguiu votos para fazer 19 deputados estaduais. PT com 18 cadeiras e PSDB com 9 continuam representativos. Outras assembleias também apresentaram muitas situações inusitadas.
Enfim, no geral, um pleito acirrado, animoso e que demonstrou, em parte, que nem tudo é renovação, através da confirmação de candidatos tradicionais e políticos antigos, mas, por outro lado, o recado claro de boa parcela da população: “não suportamos mais tanta falácia e desfaçatez na política”.
Parabéns aos eleitos, mas que fiquem atentos aos novos movimentos e que possamos ter serenidade, paz e fugir de tanto confronto descabido, desonesto e recheado de falsidades, no segundo turno. Ainda vale a democracia, mesmo jovem e frágil.

Leonel Zeferino é empresário.

0 Comentários

Deixe um comentário

CLIQUE ABAIXO PARA LER A EDIÇÃO

SIGA A OPINIÃO NAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM

APOIO